Freguesia da Luz

 

Presidente: Vítor Manuel Morais Mata

Sobre a fundação da povoação existem documentos que indicam o ano de 1673. No entanto, as suas origens remontam a épocas muito antigas, como o comprova a construção da fortaleza. A sua origem está relacionada com a forte presença de pescadores no litoral barlaventino, nomeadamente quando o surto piscatório se fez sentir após a montagem de arrais de armações de pesca nos séculos XV e XVI. Na época existiam três armações para a pesca da sardinha, nas quais trabalhavam cerca de 90 homens.

Na Idade Média a freguesia da Luz era designada por Nossa Senhora da Luz. Recentemente, o nome Praia da Luz tornou-se comum. Esta última denominação está associada à grande afluência de banhistas, iniciada em 1928, durante a segunda metade do século XX, com o consequente desabrochar do turismo. Por via da tradição oral institucionalizou-se o topónimo. Quanto à denominação “Nossa Senhora da Luz”, esta está relacionada com o espaço medieval e, como o próprio nome indica, com um Santo, o qual na sua hagiografia medieval possuía uma caracterização histórica associada à vivência quotidiana dos habitantes da Luz, aldeia de pescadores. Assim, Nossa Senhora da Luz torna-se o Santo Padroeiro da freguesia e os pescadores atuam em função das diretrizes emanadas pelo personagem do baixo clero, designado pelo Bispado do Reino do Algarve.
A época dos Descobrimentos é o motor para o desenvolvimento da povoação em toda a sua plenitude. Nos séculos XIII e XIV existem notícias do seu desenvolvimento piscatório, incrementando-se a pesca da baleia no século XVI.
Na opinião dos historiadores Estácio da Veiga e José da Encarnação, existem vestígios arqueológicos que comprovam a existência da freguesia há vários milénios. Por aqui passaram diversos povos e culturas.

Ao longo dos séculos, a freguesia da Luz foi caracterizada como uma povoação de índole piscatória/ eclesiástica, com uma vertente defensiva, simbolizada pelas suas fortalezas. Será com a interligação campo-cidade, ou seja, ruralidade e urbanismo, que a freguesia da Luz deve perspetivar o seu futuro. Atualmente abrange uma área de 2205 hectares e constitui um dos pólos mais importantes no desenvolvimento sócio-económico de toda a circunscrição geo-económica da sociedade Lacobrigense.

Mais informação em:

 http://freguesia-luz.pt/portal/v1.0/mod_texto.asp?pag=historia